Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

     

Dados oficiais

Tão rápido quanto a disseminação do próprio vírus ao redor do mundo está o compartilhamento de rumores e notícias sobre ele. Por isso, é fundamental poder acessar informações de fontes confiáveis acerca do novo coronavírus. Aqui você encontra os dados dos principais sites oficiais:

  • Painel de acompanhamento de processos no MPF  - Painel de acompanhamento dos procedimentos extrajudiciais e judiciais (covid-19/vigilância sanitária) em andamento no Ministério Público Federal  - sistema de acesso restrito a membros do MPF.
 
       logo-who.jpg

 

       logo-WorldOMeter.jpg 

 

       logo-MinisterioSaude.jpg             
  • Ministério da Saúde (MS)
Planos de contingência dos estados – nessa página basta selecionar o estado para obter o plano de contingência. 
Painel de insumos - informações relacionadas às entregas do Governo Federal em ações e serviços públicos de saúde.

 

Já informações sobre repasses de recursos do Governo Federal podem ser consultadas em duas fontes principais:

Informação x desinformação

O acesso à informação de qualidade é essencial no combate à pandemia do coronavírus. Só assim as pessoas podem saber quais providências devem tomar para ficar em segurança. O Gabinete Integrado de Acompanhamento da Epidemia Covid-19 (Giac-Covid-19) atua também com essa preocupação frente às informações, e o Ministério Público brasileiro está atento para casos de compartilhamento de informação incorreta, inverídica ou descontextualizada.

Algumas atitudes simples podem ajudar a distinguir informação da desinformação:

- Dê preferência a fontes oficiais – Sites dos órgãos públicos envolvidos diretamente no combate ao coronavírus são as melhores fontes de informação no momento. Isso inclui o Portal do Ministério da Saúde, sites das Secretarias de Saúde dos Estados, das Prefeituras, Anvisa e outros. Órgãos internacionais, como a Organização Mundial de Saúde, também oferecem informação de qualidade. Caso receba dados via redes sociais, cheque a veracidade do conteúdo nos sites oficiais.

- Busque matérias jornalísticas de qualidade – Acesse reportagens e matérias jornalísticas bem embasadas, que tragam dados atuais e contextualizados, incluindo, por exemplo, declarações de especialistas em saúde pública ou de representantes de órgãos engajados no combate ao vírus. Leia veículos de imprensa de credibilidade comprovada. Fique atento a títulos sensacionalistas, erros de ortografia e excesso de adjetivos. Desconfie se a notícia tiver muita opinião ou trouxer dados sem indicação da fonte.

- Verifique a data da informação – Nas redes sociais, às vezes informações antigas são compartilhadas como atuais. No caso do coronavírus, como o quadro está em constante mudança, orientações antigas muitas vezes perdem a validade ou são alteradas. Assim, sempre observe a data de produção da informação ou vídeo, para garantir o acesso ao dado mais atualizado.

- Não compartilhe conteúdo duvidoso – Antes de compartilhar qualquer informação, confirme a veracidade do dado, buscando os sites oficiais de órgãos do governo ligado ao combate ao coronavírus. Também vale checar se a notícia saiu em algum outro site ou veículo de imprensa. O compartilhamento de um conteúdo inverídico ou incorreto pode trazer grandes prejuízos às pessoas